Histórico

O primeiro programa de pós-graduação da UNICAMP foi o Mestrado em Ortodontia, que teve início em 1962 na Faculdade de Odontologia de Piracicaba, quando essa unidade ainda era um Instituto Isolado de Ensino Superior do Estado de São Paulo. Em junho de 1969 a Faculdade de Engenharia de Alimentos deu início aos cursos de Mestrado em Tecnologia de Alimentos e em Ciências dos Alimentos, os quais receberam autorização para funcionar em dezembro desse mesmo ano. Esses programas pioneiros foram seguidos pelos de Mestrado e de Doutorado do Instituto de Física ‘Gleb Wataghin’, iniciados em março de 1970.

Atualidade

Com o objetivo de formar pesquisadores e profissionais de alto nível, aliado a uma produção científica, tecnológica, cultural e artística de qualidade, a UNICAMP oferece atualmente 142 programas de pós-graduação stricto sensu, em diferentes áreas de concentração, estando vários deles entre os melhores do país.

Já em relação à Pós-Graduação Lato Sensu, são atualmente 14 programas, categorizados em Aperfeiçoamento, Aprimoramento, Especialização e Residência Médica, que são oferecidos gratuitamente aos portadores de diploma de curso superior que desejam obter treinamento profissional ou científico.

Quatro grandes áreas abrangem as atividades de ensino, pesquisa e extensão: Ciências Biológicas e da Saúde (Medicina, Biologia, Odontologia, e Educação Física), Ciências Exatas e da Terra (Física, Química, Matemática e Geociências), Ciências Humanas, Sociais e Artes (Filosofia, Ciências Sociais, História, Economia, Lingüística, Literatura, Educação, e Artes), Tecnologia (Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica, Engenharia Química, Engenharia Civil, Engenharia de Alimentos, Engenharia Agrícola, e Arquitetura).

A Unicamp compreende 23 unidades de ensino e pesquisa, numerosos centros e núcleos de pesquisa interdisciplinar, e um vasto complexo hospitalar, além de uma série de unidades de apoio num universo onde convivem cerca de 40.000 pessoas e se desenvolvem inúmeras pesquisas.